Eu acredito

Um predador sexual não precisa que a esperança transite em julgado ilibando-o. A lei acoberta-o nos cobertores mais quentinhos. Os amigos abraçam-no e acarinham a pessoa de bem que julgam inocente, porque não conhecem outra. Porque com eles nunca Ler mais

Morreu um Homem bom… Mas os Homens bons não morrem nunca!

A notícia, brutal, chegou-me a meio da tarde da última terça-feira: o Mestre Festas morreu! E embora soubesse que ele estava gravemente doente há já longos meses, o meu choque por esta vida, assim ceifada aos 58 anos de Ler mais

Teoria da Conspiração dos séculos dos Achamentos

Ninguém avança no futuro sem compreender o passado. Ou quando “Ser ou não ser” é uma questão apenas para alguns privilegiados… Assim discorria Shakespeare no dia que amanhecia nublado, o dia em que William observava pela primeira vez a Ler mais

TAP – Trabalhador castrado, não!

No passado dia 23 de Abril decidi escrever uma “Carta Aberta”[1] ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ao Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, à Inspectora-Geral do Trabalho, Maria Fernanda Campos, e à Provedora de Justiça, Ler mais

A Grandolar por aí

Como seria bom regressar à vida antes do 25 de Abril? No dia 24 de Abril de 1974 eu era ingénua e desconhecia. Desconhecia Grândola e as canções censuradas, desconhecia Catarina Eufémia assassinada pela polícia do regime de Salazar. Ler mais

TAP – a insustentável vileza em marcha!

É absolutamente vil e de todo inaceitável o ambiente de coacção e até de terror que a Administração da TAP, em particular a sua Direcção de Recursos Humanos, e o Governo estão neste momento, com o silêncio cúmplice dos Ler mais

Engordar, rezar e desamar

Desanuviando neste mundo mal frequentado, entre um trago de rum em substituição de café (este último deixa-me nervosa), de células cinzentas num tom cinquenta vezes mais escuro, deixo um escrito relaxado. É antes a sinopse de prosa poética romanceada Ler mais

Vamos deixar o Juiz Ivo Rosa sozinho?

Não, não podemos deixar que isso aconteça. E como dizia Martin Luther King, o que é mais preocupante, por vezes, não é a acção das pessoas desonestas, mas o silêncio das pessoas honestas. Na minha memória viva de adulto, Ler mais

A “Operação Marquês” – E agora?

Se já antes do proferimento da decisão instrutória, da autoria do juiz Ivo Rosa, se assistia a uma campanha de manipulação da opinião pública e de pressão sobre o mesmo juiz de proporções e com contornos provavelmente nunca antes Ler mais

“Operação Marquês” – De quem é a culpa afinal?

Com tantas emoções e até exaltações desencadeadas a propósito da decisão instrutória do juiz Ivo Rosa no chamado processo da “operação Marquês”, julgo ser importante que reflictamos, com toda a seriedade e toda a serenidade possíveis, sobre as questões Ler mais

Sou uma Maria que não vai com as outras

Gostava de não ter de decidir pelos cientistas porque é neles que acredito. Eles devem saber. Eles sabem. Se conseguirem acordar entre pares dar-nos-iam maior confiança.  Gostava de não ter de decidir pelos Governos porque estes deveriam ser Ler mais

Súmula

“O mágico fez um gesto e desapareceu a fome, fez outro e desapareceu a injustiça, fez um terceiro e desapareceram as guerras. O político fez um gesto e desapareceu o mágico.”  Woody Allen. Tenho escrito sobre a impunidade Ler mais

A “Operação Marquês” – tudo o que um processo-crime não deve ser!

Deverá ser finalmente conhecida, a 9 de Abril, a decisão instrutória do processo da “Operação Marquês”, determinando a ida, ou não, a julgamento de cada um dos respectivos arguidos, e por que crimes. É certo que esta decisão instrutória Ler mais

O enterro da Democracia

Temos vindo a assistir, e de forma crescente, a episódios cada vez mais reveladores de algo que a História há muito nos ensinou e de que não nos deveremos nunca esquecer: são frequentemente os dirigentes e os partidos políticos Ler mais

A normalização do anormal

Se quisermos definir um requisito essencial para podermos tomar decisões verdadeiramente livres e esclarecidas, ele é, seguramente, o do acesso ao efectivo conhecimento da realidade com que nos confrontamos. E é exactamente para evitar a posse desse mesmo conhecimento Ler mais

Comunicado do EPU- Exército das Putas Ultrajadas

Antes de morrer, quero escolher o molho com que vou ser comida. O chulo que disser “não”, receberá o meu desprezo, como é habitual.  Preciso da vossa ajuda para ouvirem um desabafo. Vou dizer a alma, em estilo Ler mais

Cabo Delgado

Onde estás esperança? Onde estão qualquer dos deuses escolhido para fazer a guerra? Estão nas mãos merdosas dos homens.  Cabo Delgado, degolado, um caso sério de malandragem onde os abandonados são os do costume. Cabo Delgado é muito Ler mais

Viva a Comuna de Paris!

Há exactamente 150 anos atrás, em 18 de Março de 1871, iniciou-se em Paris a primeira experiência histórica de um governo verdadeiramente popular. A crise do regime bonapartista, o envolvimento e a subsequente humilhante derrota da França na guerra Ler mais

Descolonizando

Venham comigo para dentro de uma história, no meu contínuo movimento de desconstruir usandoalguma arte.  A invisibilidade do legado cultural africano e a sua Restauração, ou os equívocos da Educação Cultural das Civilizações Europeias? Durante séculos tive Ler mais

Metafísica: um caso de estudo

A tarde era de março, solarenga e chuvosa. Talvez porque a instabilidade dos elementos instigava à ação – ainda que esta pudesse ser apenas pequena e moderada – fugi dos caminhos alcatroados do jardim, desviando-me por um atalho pisado Ler mais