LUCIANO MELLO & ORCHESTRA FALSA LANÇA VIDA PORTÁTIL – UMA EXPERIÊNCIA IMERSIVA

“Vida portátil é outro lance. O Luciano é outro lance. Ainda temos espaço em nós para conhecer o outro? É preciso reconhecer a arte de Luciano Mello. Na arte, amigas e amigos, reconhecer é conhecer-se.”

Guto Leite – Revista Parêntese (integrante do jornal Matinal)

Nada mais apropriado para um álbum que gira em torno do tema “tecnologias virtuais que nos ampliam e ao mesmo tempo nos limitam”, do que Luciano Mello lançar o disco Vida Portátil numa plataforma que permita uma experiência imersiva em altíssima qualidade. Talvez essa seja uma prerrogativa para aqueles artistas que dominam a tecnologia da qual se servem, assim como Laurie Anderson, Trent Reznor (Nine Inch Nails), Luciano Mello tem total controle do que produz, desde a composição, passando pela produção da gravação até a mistura, tudo é feito por ele. Até mesmo a falsa Orchestra Falsa que o acompanha, sim, é ele.

Foto: Patrick Tedesco

Vida Portátil, lançado no dia 19 de Novembro trata de discutir como o indivíduo contemporâneo vive, ou sobrevive, imerso nos sinais e excessivas informações a que nos mergulham nas novas tecnologias. “Eu estava em lockdown, em Braga, na primavera de 2020, quando percebi que não era só a pandemia, estávamos imersos e dependentes da tecnologia. Eu estava dividindo o apartamento com o artista plástico Patrick Tedesco (e não por acaso, fotógrafo e capista deste e de vários álbuns meus), quando começamos a perceber que estávamos todo o dia falando da mesma coisa, tanto nas nossas conversas, quanto nos nossos trabalhos artísticos, concluímos que estávamos fazendo a mesma obra e isto resultou em um vídeo chamado Vida Portátil – Experiência #1 e no álbum Vida Portátil”, diz Luciano Mello.

E o álbum trata dessas mazelas com destreza, estranheza, bom humor e umas quantas interrogações. É um álbum feito para pensar, para desacomodar e como todo o trabalho musical bem pensado, tem som impecável e, portanto, o autor sugere que se ouça de fones, de bons fones.

Pensando nisto, e também como forma de agradecimento ao apoio que Luciano Mello teve da DGArtes – Portugal, ao carinho do público português e da imprensa portuguesa, que está a receber tão bem o álbum, o artista decidiu que disponibilizará, a partir de 13 de Dezembro de 2021, o trabalho completo numa faixa única de 26 minutos com todas as canções (que se intermeiam sem intervalos) em altíssima qualidade na plataforma BandCamp (lucianomello.bandcamp.com), oferecendo ainda, gratuitamente, àqueles que o seguirem no instagram (@lucianomellomusic) e pedirem por mensagem directa, a versão digital do álbum com capa, libreto e áudio em qualidade superior a CD.

Por este alto padrão de qualidade, no material gráfico e no áudio, chamou-se de Experiência Imersiva, pois trata-se de áudio pensado para a audição em plena concentração, sem interrupções. “É como criar um filme”, brinca Luciano, “ouve, fecha o olhos, escuta atento que o filme se inventa na tua cabeça”