CASSETE PIRATA APRESENTA O PRIMEIRO SINGLE “PIRÂMIDE” DO NOVO DISCO A SEMENTE

Com a pandemia como pano de fundo e a consequente paragem total da actividade cultural no país, Cassete Pirata recusou-se a cruzar os braços e é um exemplo de criatividade e resistência. 2021 é um ano de consolidação do trabalho de Cassete Pirata.

O ano começou com o lançamento do single “A Próxima Viagem” e a escolha do mesmo para a banda sonora do genérico da série da RTP Até Que a Vida Nos Separe, que estreou no mês de Fevereiro. O tema pertence ao alinhamento do disco A Montra, lançado em 2019, mas parece ter sido escrita de raiz para a história desta sérieda autoria de João Tordo, Tiago R. Santos e Hugo Gonçalves, com realização de Manuel Pureza. Outras canções de Cassete Pirata fazem parte da banda sonora, ora no seu formato original gravado pela banda, ora interpretadas pela banda que faz parte da série.

Em fase de produção e criação, o próximo disco de Cassete Pirata tem como título A Semente, plantada pelo disco de estreia de longa duração A Montra, editado em 2018.

O conjunto de canções deste novo registo discográfico, a editar no último trimestre de 2021, propõe um olhar sobre o momento em que vivemos enquanto civilização. Pela primeira vez, como espécie, temos uma percepção mais palpável de um certo precipício inerente ao nosso estilo de vida. Este tem trazido uma sensação de fim de linha, de doença lenta e invisível que a médio e longo prazo nos vai lembrando e concretizando a efemeridade da vida e do modo como a levamos.

Enquanto aguardamos pela edição do disco A Semente que aí vem, Cassete Pirata lança o single “Pirâmide”.

Sobre a “Pirâmide”, Pir (voz e guitarra de Cassete Pirata) diz: Lembro-me de ser miúdo e de na escola me ter deparado com um desenho de um triângulo que desvendava a estrutura de uma sociedade profundamente injusta, onde no topo se via uma classe dominante que acumulava uma imensa quantidade de poder e riqueza em oposição a uma outra, que a suportava num contexto de miséria e escravatura. Essa imagem e a sensação de injustiça que a imortalizou na minha memória ficaram para sempre. As últimas décadas trouxeram lutas e discussões ferozes para descobrir, em democracia, como resolver ou dissolver essa estrutura. O que fica é: mudaram os actores mas a Pirâmide mantêm-se.

A banda irá apresentar ao vivo o novo A Semente pelo país numa tour que marca o regresso aos palcos ainda em 2021. As datas serão anunciadas brevemente.

BIOGRAFIA

Os Cassete Pirata são a voz e a guitarra do João Firmino (Pir), autor das canções; as teclas e o coro das sereias Margarida Campelo e Joana Espadinha; o baixo groovado de António Quintino; e a bateria mítica de João Pinheiro.

Cassete Pirata nasceu da vontade de escrever e descobrir novas canções em português, num regresso ao que todos possamos ter de tronco comum de referências, de paisagens, de sons e através da nossa língua.

Estrearam-se em palco em Abril de 2016 e lançaram, no ano seguinte, o seu primeiro EP, homónimo, num concerto de lançamento no Teatro do Bairro, em Lisboa, com o apoio da SPA.

Depois de mais de dois anos em digressão, lançam, em 2019, o disco de estreia longa duração A Montra que se encontram a apresentar na estrada.

O trabalho criativo de Cassete Pirata tem sido feito sempre em conjunto com o amigo e produtor Luís Nunes (aka Benjamim) e fazem jus a esta parceria e à linguagem musical que têm vindo a afirmar como assinatura, sempre que saltam para palco.

Facebook: https://www.facebook.com/Cassetepiratamusic/

YouTube: https://www.youtube.com/c/CassetePirata

Instagram: https://www.instagram.com/cassetepirataoficial/

Spotify: https://open.spotify.com/artist/2VQ14XaMYiXOr7lLePbZrf?si=XH7zvauURFWYpcjwiRCDow

Foto: Martim Torres