Nuno Alves apresenta lançamento do single “ENCONTRAR “

Tempo de Leitura1 Minuto, 51 Segundos

foto tirada 2019

Biografia
Nuno é filho de uma tradutora (Maria da Glória Alves) e de um industrial (Gabriel Alves). Tem uma irmã mais velha (Ana Vitória Alves), a quem dedicou o tema “Ana Vitória” que integra a lista de músicas do seu álbum “dois lados de uma caixa de cartão”. Nuno escreveu o tema numa altura em que os dois deixaram de se ver regularmente uma vez que a sua irmã foi viver para o estrangeiro.

Natural da cidade de Paços de Ferreira, completou o mestrado em Engenharia e Gestão Industrial, na Universidade do Minho (Guimarães) na variante de Gestão de Produção.[8] Mais tarde, ingressou na Universidade de Sheffield para uma pós graduação em Inglês. Iniciou a sua vida profissional como engenheiro de gestão industrial na empresa IKEA e passou, também, pelas empresas Siemens e António Alves Lda, deixando esta vertente profissional para se dedicar inteiramente à música.

Nuno começou apenas com 18 anos de idade o seu processo de carreira de músico onde teve formação em guitarra e canto. Desde cedo que Nuno é responsável pelas suas composições e o seu processo musical iniciou-se como qualquer outro artista autodidata, aventurando-se em várias prestações individuais por festas de anos, saraus e bares concertos. Anos mais tarde, e já com alguma experiência, Nuno ingressou num projecto de música de nome “centoecinco” juntamente com vários colegas de escola onde teve a oportunidade de “saltar” para palcos de maior dimensão, constando como trabalho registado o EP de “Às 6:30 num relógio suíço”.

No ano de 2014, e após várias divergências de opiniões sobre o caminho a seguir pela banda, Nuno Alves decidiu ingressar num novo projeto individual, influenciado por uma simbiose de Pop e Acústico. Foi vencedor do concurso “Talentus” e finalista vencido do concurso “EDP Live Bands” conseguindo a sua participação como o projecto mais votado pelo público.

Entrevista em EXCLUSIVO para ouvir no programa TugaMix da TDA
(Quarta 20 de Maio ás 16H e Domingo 24 de Maio ás 20H).

3 0
100 %
Contente
0 %
Triste
0 %
Radiante
0 %
Zangado
0 %
Surpreso
Publicação Seguinte

Uma sentença justa e que enobrece a Justiça Portuguesa

Uma sentença justa e que enobrece a Justiça Portuguesa Uma decisão duma juíza do Tribunal Judicial de Ponta Delgada, nos Açores, proferida no âmbito dum processo de “habeas corpus”, está a dar brado, já forçou o governo regional a revogar o confinamento obrigatório imposto por Resolução do Conselho do mesmo […]
%d bloggers like this: