Cavalgar até Tokyo 2020

webmaster
Tempo de Leitura2 Minutos, 51 Segundos

O anúncio inesperado do cancelamento das provas internacionais de paradressage para Portugal, por falta de apoios às organizações, vem elevar a fasquia financeira do projecto “Cavalgar até Tokyo 2020”, um projecto desportivo lançado pela AEJC e que já conta com o importante apoio dos Jogos Santa Casa. Perante a atual conjuntura, temos que apelar à união de mais apoiantes, sponsors ou mesmo mecenas com o objectivo de preparar, qualificar e angariar fundos para que uma equipa de atletas de equitação adaptada em paradressage portuguesa chegue aos Jogos Paralímpicos 2020. Porquê? Porque os atletas se vêem agora obrigados a deslocar-se a competições fora do país, de forma a atingir os mínimos necessários para a sua participação no Campeonato da Europa na Holanda, primeiro degrau para os Jogos Paralímpicos 2020 em Tóquio.

O que é a paradressage?

A paradressage é uma das modalidades de equitação adaptada, que consiste na prática da disciplina de dressage adaptada às limitações específicas de cada cavaleiro. A dressage, também designada por ensino em Portugal, consiste na execução pelo cavalo de uma série de exercícios a passo, trote e galope. A paradressage tem como benefícios para os cavaleiros portadores de deficiência, a melhoria da coordenação e postura, o aumento da autoestima e da autonomia, e a promoção da inclusão social. É a única modalidade equestre adaptada incluída nos Jogos Paralímpicos, onde tem sido presença regular desde 1996. A sua popularidade tem vindo a aumentar nos últmos anos, atraindo cada vez mais cavaleiros, novos países e público nas competições.

Sobre a Cardiga Paradressage Team

Criada oficialmente em 2014 pela Academia Equestre João Cardiga, onde a prática da paradressage tem lugar desde 1999, a Cardiga Paradressage Team tem um palmarés invejável para a modalidade com uma medalha de ouro e várias participações internacionais. É a única equipa do país na modalidade, e é composta por 5 cavaleiros, na sua maioria com paralisia cerebral.

Sobre a Academia Equestre João Cardiga

Fundada em 1992 a Academia Equestre João Cardiga (AEJC) localiza-se em Barcarena, concelho de Oeiras. Gerida pela família Cardiga (os pais Maria de Lurdes Cardiaga e João Cardiga e o filho monitor e cavaleiro João Pedro Cardiga), o centro hípico para além de ser uma escola de equitação homologada pelo Instituto do Desporto e Juventude, Federação Equestre Portuguesa e Escola Nacional de Equitação, é também uma instituição IPSS (Institituição de Particular de Solidariedade Social). Desenvolve no seu seio três áreas específicas: a equitação com fins terapêuticos (Hipoterapia, Equitação Terapêutica e Adaptada), a formação e treino de cavaleiros e cavalos (aulas, estágios e preparação de cavalos, incluindo realização exames oficiais para a Escola Nacional de Equitação ) e o desporto de competicão (organização e participação em provas nacionais e internacionais com os seus alunos).

Apoie esta iniciativa através da campanha de crowdfunding a decorrer na plataforma PPL

Este artigo é um original Notícias Online

0 0
0 %
Contente
0 %
Triste
0 %
Radiante
0 %
Zangado
0 %
Surpreso
Publicação Seguinte

Meteorologia para hoje

Para hoje, está prevista uma temperatura máxima de 21º e uma mínima de 9º. Tenha um bom dia na companhia da sua Telefonia da Amadora.
%d bloggers like this: