A Menina à Janela

Tinha acabado de chover quando passei pela mesma rua que me faz recordar-te e pela qual ando tantas vezes. Num dos prédios cinzentos, no rés do chão estava uma menina, encostada ao parapeito da janela, que olhava em frente. Read more

Ler Mais

Numa Outra Vida

São muitas as vezes em que penso como seria maravilhoso se, realmente, tivéssemos vivido outras vidas noutros tempos. É um pouco apaziguador imaginar-se isso: como seria a nossa vida passada? Eu gosto de imaginar que numa das minhas vidas Read more
Ler Mais

Desabafo

Dizem que a felicidade está nas pequenas coisas. Será? Não sei. A felicidade é uma propriedade de cada um e não se pode comparar nem universalizar. A propósito disto de “ser feliz”, tenho-me recordado muito de uma situação que Read more

Ler Mais

Volta

Volta.

Prometo que se voltares,

Nada te direi.

Perdida nestes tristes ares,

Apenas de esperarei.

Nestes tristes ares,

Como as ruas escuras,

Longe dos teus mares,

Vazios das tuas loucuras.

Volta.

Prometo que não te questionarei,

Mesmo que queira Read more

Ler Mais

A Fuga da Minha Sina

Da pequena janela vejo aquilo que é a vida normal. Pessoas que chegam, pessoas que partem, pessoas que se abraçam, pessoas sozinhas que olham para o horizonte, como se isso lhes permitissem chegar mais rápido a onde é suposto. Read more

Ler Mais

Fatalidade

Vim dizer que te amo.

Sim, admito. Eu amo-te. Demorei todo este tempo para aceitá-lo porque me pareceu tão impossível, sabes? Como é que te poderia amar? A ti, que me roubaste a vida e a levaste contigo, mesmo Read more

Ler Mais

Enganar o Tempo

Penso se a vida não será obra do acaso. Ou melhor se a felicidade não será obra do acaso ou da sorte. Sim. Talvez seja da sorte. A felicidade é obra da sorte. É preciso alguma sorte para se Read more

Ler Mais

Tudo Foi Um Belo Sonho

Foi tudo um belo sonho.

Tal como quando o nosso inconsciente brinca com imagens díspares, sem sentido e, surpreendentemente, cria imagens e sequências que nos contam uma história. Com pessoas que conhecemos ou não. Com narrativas que fazem sentido Read more

Ler Mais

Podias ter-me dito, sabes?

Podias ter-me dito, sabes?

Seria tão mais fácil se mo tivesses dito. Se me tivesses explicado o porquê de me arrancares de ti, assim, sem dó nem piedade.

Pensaste que eu não o poderia compreender?

Como?! Como podias pensar Read more

Ler Mais

Vil Esperança

Amar o impossível é inútil?

Talvez seja inútil porque daí não se retira nada. Não há uma qualquer consequência desse sentimento unilateral, sentido por apenas uma pessoa, sem retorno, sem realidade. No fundo, é como amar na nossa imaginação. Read more

Ler Mais

Quando me Visitas nos Meus Sonhos

Hoje vi-te nos meus sonhos.

Gosto de pensar que me vieste visitar nos meus sonhos. Será que também te visitei nos teus? Não sei. Às vezes, é apaziguador pensar que sim. 

Eu via-te não nitidamente, sabes? Assim como Read more

Ler Mais

Carta ao Final da Noite

De todo o meu coração que gostava de te ver. Acredita que é verdade. Gostava tanto de te ver. Eu poderia ficar escondida, atrás de um cortina qualquer, numa sala qualquer, em qualquer sítio do mundo. E ficar-te-ia a Read more

Ler Mais

Carta ao Final do Dia

Hoje queria dizer-te que fiz uma coisa boa. Ajudei alguém e sei que ele está melhor agora. Está feliz. É boa esta sensação com que se fica depois de ajudarmos alguém, não é? Gostava muito de poder partilhá-la contigo Read more

Ler Mais

Invisibilidade

Um outro dia lembrei-me de uma conversa que tive, há alguns anos, com uma pessoa em que falámos do que é ser invisível. Eu era uma miúda e de uma maneira meio acriançada, com um sorriso demasiado aberto, lhe Read more

Ler Mais

Uma Luz que se Apagou

(Marta entra em palco. Olha em frente, para a cama, com as mãos entrelaçadas, atenta a tudo o que vê. Depois, olha para o seu lado direito, onde está uma estante. Caminha até ela e passa os seus dedos, Read more

Ler Mais

Jornalismo, Dar ou não Espaço ao Errado? Eis a questão.

Dizem que o jornalismo é liberdade. Dizem que o jornalismo, o bom, é um dos garantes da democracia. Dizem que o jornalismo tem de ser independente para informar o cidadão. O jornalismo deve informar. O certo e o errado.

Read more

Ler Mais

Tempo, para Longe, Leva-me!

Sinto que tudo é uma prisão,

Quando vivo a tua ausência,

Na minha solidão,

Na tua inexistência.

Recordo-te todos os dias,

Na tua postura desprendida,

Nas palavras que me devias,

No teus braços protegida.

Não serei eu o que Read more

Ler Mais

Transcendente – Acordei-te V

– Porque é que me estás a olhar assim?

Pergunta-me ele com o seu melhor ar de desajeitado. Meio ruborizado e com aquele sorriso nervoso que ele tenta sempre disfarçar.

Meu Deus. Eu amo-o. Eu amo este homem de Read more

Ler Mais

Estou à Espera

Estamos sempre à espera.

Estamos sempre à espera que algo de diferente aconteça nesta merda em que vivemos.

Eu, pelo menos, espero isso.

Não. Eu não espero isso. Eu anseio por isso. É muito diferente.

Ou não será?

Quer Read more

Ler Mais

Alguma vez me Quiseste Mal?

 – Alguma vez me quiseste mal?

Mantenho os olhos fechados. Percebo bem o que ele me pergunta, com a sua cabeça encostada ao meu peito. Sinto que o acolho sem peso nem medida e a sua proximidade faz-me Read more

Ler Mais

Os Velhotes Passeiam à Noite

Gosto sempre da noite. É claro que um bonito dia de sol com um azul resplandecente é extraordinário. Mas, a noite… A noite é silenciosa e dá-me aquela sensação de que me posso sempre esconder. Às vezes, a noite Read more

Ler Mais