Rogério Charraz lança o seu novo álbum, “O Coreto”

Foi hoje editado “O Coreto”, novo álbum de Rogério Charraz, com letras de José Fialho Gouveia e produção musical de Luísa Sobral.
O Coreto - Rogério Charraz

O fio condutor que guia o quinto trabalho discográfico do cantar, pelas várias canções, é a história de amor de Sebastião e Ana. Ela sempre viveu na aldeia. Ele, nascido e feito homem nos arredores da grande cidade, decide tentar a sorte no interior do país.

Se me queres como dizes
Não me arranques as raízes
Onde tenho o coração
excerto de “Feita deste chão”

«Esmagado pelo caos do trânsito, pela precariedade dos empregos e pela voracidade do mercado imobiliário, faz as malas e parte para a vila natal dos pais com o desejo de encontrar outra qualidade de vida», é referido no press relese, sendo este o momento em que Sebastião entra no comboio e começa “O Coreto”. Será que fez a escolha acertada? Que realidade irá encontrar? Quem serão as personagens que irá conhecer?

A vida na aldeia é o pano de fundo do álbum, que lança um olhar crítico sobre a desertificação do interior do país. Este é um disco de amor, mas também de intervenção social e política.

Atrás de cada porta havia gente
 Agora não se ouve uma criança
 Só se vê quem está ausente
 excerto de “Olá meu velho amigo”

Os três dias que Rogério Charraz, José Fialho Gouveia e Luísa Sobral passaram em Alpalhão e onde foi gravado o EPK, foi uma das peças importantes no processo de feitura d’ O Coreto. O retiro criativo serviu para ver de perto a vida numa aldeia do interior e para trabalhar uma a uma todas as canções e perceber o que cada tema pedia em termos de arranjos musicais.

No álbum, Sara Cruz dá voz a dois dos temas, sendo a Ana, a personagem feminina do disco. Natural dos Açores, a jovem cantora venceu no ano 2019 o prémio Novos Talentos NiT.

Dos dois singles anteriormente lançados; “Abaladiça”, foi um dos 20 temas vencedores da iniciativa Inéditos da Vodafone, e o segundo, “Quando nós formos velhinhos”, que conta com a participação de Eunice Muñoz e Ruy de Carvalho no videoclip de apresentação, tem sido muito bem recebido pelo público, contando atualmente com mais de 129 mil visualizações no youtube.

Segue o resumo d’ O Coreto

Espetáculos ao vivo nos Coretos

Com o objetivo de chamar a atenção para as centenas de coretos espalhados por Portugal e recuperar o seu papel como centros de cultura e de encontro social, os espetáculos ao vivo, sempre que forem ao ar livre, terão lugar nos próprios coretos ou usando esses coretos como elementos cénicos. A estreia teve lugar no Pinhal Novo, em agosto do ano passado. Assim que a pandemia o permita, o objetivo de Rogério Charraz é também envolver as populações das localidades que receberem “O Coreto”, através de, por exemplo, participação de bandas filarmónicas nos espetáculos.

Alinhamento “O Coreto” de Rogério Charraz

Quando a chuva cai na terra
Abaladiça
Um dia no coreto
A romaria
Põe um beijo nos meus lábios
No coreto cá da aldeia
Quando nós formos velhinhos
Olá meu velho amigo
No Natal
Senhor prior
Feita deste chão
Deixa o teu coração
Vou estar aqui

O post Rogério Charraz lança o seu novo álbum, “O Coreto” aparece primeiro no MIP Música.