COVID-19 | Cooperação entre o Município da Amadora e o Hospital Fernando da Fonseca

Desde o início da pandemia que o caminho traçado na luta à COVID19 tem sido alicerçada numa forte articulação com todos os agentes da comunidade, entre os quais o Hospital Dr. Fernando da Fonseca, o principal hospital integrado no SNS que serve a população do concelho da Amadora.
 
Em momentos difíceis como este que todos enfrentamos, o importante é termos a capacidade de perceber o que é importante e complementar esforços para conseguir dar resposta às necessidades das pessoas”, refere Carla Tavares, Presidente da Câmara Municipal da Amadora. Nesse sentido, a autarquia da Amadora “estará sempre disponível, como tem estado até aqui, para contribuir para que sejam criadas melhores condições de trabalho para os profissionais de saúde e melhor resposta aos utentes do HFF”.
 
No âmbito de uma estreita cooperação institucional, o Município da Amadora tem, ao longo dos últimos meses, realizado uma série de investimentos que possam auxiliar o hospital e todos os seus profissionais no combate diário a esta pandemia.
 
Para além da aquisição e distribuição de equipamentos de proteção individual para os que, diariamente, dão o seu melhor nesta luta, a Autarquia, como forma de aumentar a capacidade de resposta e melhorar o nível de cuidados de saúde prestado aos munícipes, disponibilizou perto de 400 mil euros para a aquisição de equipamentos necessários à monitorização e tratamento de doentes infetados (40 monitores de sinais vitais e 40 ventiladores), dada a escalada do número de casos nas últimas semanas e que geraram uma enorme pressão sobre o funcionamento dos serviços de urgência e internamento do Hospital Amadora-Sintra.
 
Já este ano, foi ainda aberta uma nova unidade de urgência dedicada a doentes e suspeitos de COVID-19 que correspondeu a um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros, integralmente assegurado pelos municípios da Amadora e de Sintra.
 
 

Mais informações:
www.cm-amadora.pt/covid-19
www.facebook.com/municipiodaamadora

Veja aqui o artigo original