Conheça as iniciativas que oferecem entretenimento gratuito na internet

Atualmente vivemos uma sociedade em que o consumidor tem todo o poder de escolha e isso leva a várias mudanças no que diz respeito à atuação de certas marcas no mercado. Um dos setores que mais se preocupou em adaptar-se ao consumidor foi o do entretenimento, especialmente a indústria musical.

O consumo de música está em constante mudança e nunca se confina a um único canal. No entanto, com os avanços tecnológicos nesta indústria, nunca foi tão fácil chegar perto do público. No passado, só era possível ter contacto direto com um artista através de um concerto, mas hoje é possível estar em contacto por diversas plataformas online.

Os concertos continuam a ser uma forma de viver as músicas pelo artista e momentos de entretenimento inesquecíveis para o público, mas a tecnologia permite aos fãs uma maior proximidade e, aos artistas, outro palco para partilharem as suas músicas. Algo que algumas destas plataformas e iniciativas têm em comum é serem oferecidas ao público gratuitamente.

Fique a conhecer algumas das plataformas e iniciativas online lançadas nos últimos anos na indústria da música que oferecem entretenimento gratuito ao público.

YouTube

O YouTube é uma plataforma online que sempre foi ligada à música. Não só é palco para novas estrelas que se querem afirmar no mundo da música — muitos artistas iniciaram a sua carreira ao publicar músicas nesse canal —, mas também é onde estão agregados a maioria dos videoclipes lançados por todo o mundo.

Por essa razão nascem diversas iniciativas nesta plataforma, como a Quinta das Canções, uma parceria entre o vencedor do Eurovision 2017, Salvador Sobral, e André Santos. A Quinta das Canções é uma forma de os dois homenagearem os artistas que os influenciaram: durante quatro meses, os dois músicos e amigos tocaram de espírito livre canções de artistas portugueses.

Foi também nesta plataforma que se realizou a iniciativa One World — Together at Home, idealizada pela Global Citizen em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), reunindo diversos artistas por todo o mundo para celebrar os esforços dos profissionais de saúde. A iniciativa contou com cantores como Lady Gaga, John Legend, Chris Martin, Elton John, entre muitos outros. Apesar do concerto não ter sido feito para angariar dinheiro, pois as doações eram feitas através da página da OMS, foram arrecadados 127,9 milhões de dólares com os donativos de empresas de todo o mundo.

Redes sociais

As redes sociais como Facebook, Instagram e até a mais recente aplicação TikTok permitem pequenos momentos entre os artistas e fãs, assim como ajudam a evoluir a carreira de quem está começando. Em Portugal foi realizado um festival semelhante ao Together at Home, com a mesma premissa de toda a organização e divulgação do evento ser feita online. Desta vez o palco foi o Instagram — 78 artistas portugueses juntaram-se e deram concertos a partir das próprias casas através de lives no Instagram. O objetivo desse festival era sensibilizar a população a ficar em casa, mas os concertos não ficaram por aqui, pois muitos músicos continuaram a dar pequenos concertos para os seus fãs a partir desta plataforma.

Stationhead

O Stationhead surgiu com o conceito de ser uma “rádio social”. É uma aplicação que permite que qualquer um crie a sua “própria rádio”, ou seja, o perfil dos utilizadores funciona como uma rádio de programação automática. Cada pessoa tem a sua playlist com músicas que escolhe através de um catálogo do Spotify ou da Apple Music (de forma legalizada) e pode transmitir as músicas em tempo real ou até iniciar locução de voz, como uma transmissão em rádio. Esta é uma forma de reinventar o streaming de música de forma original, completamente digital e sem custos para o ouvinte ou criador.

Não é grátis, mas é quase

Para além das plataformas totalmente gratuitas existem outras, em diversas indústrias dentro do entretenimento, que usam a estratégia de oferecer experimentação grátis, uma vez que o entretenimento é algo muito pessoal e cada um tem diferentes opiniões e gostos.

Na indústria musical está muito presente o Spotify, uma plataforma que se assenta na premissa de oferecer entretenimento ao público gratuitamente, este serviço de streaming musical disponibiliza mais de 15 milhões de músicas de forma grátis. Desta forma o Spotify consegue deixar o utilizador usufruir dos seus serviços gratuitamente e permite que estes façam uma decisão consciente se quiserem comprar a versão premium, conseguindo assim mais de 170 milhões de usuários que confiam nesta plataforma, sendo que 75 milhões pagam a versão premium.

Outro exemplo são as plataformas de streaming de filmes e séries como a Netflix, HBO ou Amazon Prime, que oferecem entre duas semanas a um mês do seu serviço grátis, o que permite uma melhor avaliação do serviço. Também no setor dos jogos se verifica essa tendência: diversas plataformas de iGaming disponibilizam jogos como blackjack, poker e roleta, entre muito outros, de forma gratuita, para jogar por diversão, mas alguns vão mais além com atrativos como a oferta de free spins em casinos online. Por conta dessas promoções, esses sites atingem recordes de utilizadores todos os anos e continuam a crescer.

Com iniciativas como estas o setor do entretenimento, particularmente o musical, adaptou-se às novas tecnologias para permitir momentos gratuitos de diversão através de plataformas digitais. O público só tem a agradecer!

O post Conheça as iniciativas que oferecem entretenimento gratuito na internet aparece primeiro no MIP Música.